Archive for May, 2009

Voltei

Sunday, May 31st, 2009

 

Para alguns a semana acaba no Domingo já para outros o significado deste dia é outro. Como sou um daqueles que acredita que um copo d’água está sempre meio cheio e nunca meio vazio, acho que hoje marca um novo começo e não um final.

Domingo é um dia muito especial. Não é a toa que o grande mestre o escolheu para meditar, avaliar e sonhar com todas as possibilidades da sua grande obra.

O gostoso é começar. Não gosto de finais. O simples ato de começar alguma coisa nova e diferente sempre me despertou. O começo de algo é com um novo desafio é como uma porta que se abre, uma passagem para um novo tempo. Eu sempre gostei muito de começos.

Fiquei muito emocionado com todo o grande carinho e a enorme expectativa sobre a minha volta ao rádio e a estréia do meu programa na Pool Web Radio. Ouvi muita gente dizendo: “o mestre está volta, foi ele que criou, que mudou, que transformou, foi ele que fez isso ou aquilo”. Sei lá, não me acho o mestre de ninguém mas sim, um simples amigo de microfone que esteve ao seu lado durante estes últimos 34 anos e, que sempre te respeitou muito fazendo sempre o possível para trazer a melhor informação, a melhor música, um astral gostoso ou alguma coisa positiva no ar. Tudo que represento hoje no rádio devo à você que sempre esteve colado na sintonia me honrando muito com a sua audiência. Fico muito feliz por isso.

É com enorme alegria e grande senso de responsabilidade que hoje volto ao rádio depois de umas férias prolongadas. O ato de estar de volta no ar e de ter novamente um microfone como um instrumento de comunicação aberta é uma grande responsabilidade e uma grande benção. Peço à Deus que continue a iluminar as minhas comunicações.

Quero convidar toda a minha legião Furreca para sintonizar o meu novo programa que estréia logo mais ao vivo de Miami às 22:00 horas (horário de Brasília) – é o Julinho’s TOP 1000 que a partir de hoje irá apresentar as mil músicas que me acompanharam durante toda a minha carreira no rádio. Vale conferir.

Para ouvir o Julinho’s TOP 1000 visite: Pool Web Radio

Então é isso. Estamos juntos novamente e reunidos no ar para celebrarmos o momento, a vida e todas essas sensacionais vibrações sonoras que chamamos de música. Que venham todas elas lindas e maravilhosas despencando pela frequencia cheias de emoção, harmonias e inpiração.

Nos encontramos logo mais no ar ao vivo de Miamihappy listening!

 

Estranho Planeta

Wednesday, May 27th, 2009

 

Às vezes fico imaginando: Se eu morasse num planeta estranho? Um planeta onde os habitantes tivessem educação? Que coisa estranha! Educação… O que é isso? Alguém conhece esse produto por aqui? O planeta que eu imagino é tão estranho que teria algo que nos nossos dicionários existe mas raríssimas pessoas conhecem: a ética. Que estranha palavra para a humanidade deste planeta azul!

Agora vou mais longe nos meus devaneios: No planeta estranho existe uma coisa chamada honestidade. Alguém já ouviu falar nisso por essas bandas? Não. Essa coisa é tão rara neste mundo que alguém pode ficar famoso, ser assediado pela imprensa, dar entrevistas em grandes canais de TV só por demonstrar que ainda possui traços dessa raríssima qualidade, cujo significado se perdeu no tempo. Estranho planeta esse dos meus sonhos. Cheio de coisas que as pessoas não conhecem.

Mas deve existir um lugar assim. Se eu o imagino é porque existe. Custa-me conceber que algo possa ser imaginado pelo homem sem que exista de fato. O que acontece é que as coisas existem e nos são reveladas ao pensamento, trazendo-nos a idéia de que estamos criando. Ah! É claro que esse planeta distante deve existir. Dá pra crer que esta pobre e condenada Terra seja a única morada dos universos de Deus?

Não dá para viver sem imaginar um planeta estranho, com todas aquelas coisas que citei acima, e que parecem coisas estranhas à grande maioria das pessoas deste globo. Este mundo que chama uma pessoa de idiota quando ela cumpre com o seu dever; este mundo que mata sem motivos, ou por motivos banais; este mundo que está à beira de um colapso…

 

Muito Obrigado

Friday, May 15th, 2009

 

Em nome de toda a família Mazzei, quero agradecer do fundo do coração todo o carinho e amor recebido durante os últimos dias. Foram centenas de telefonemas, e-mails e homenagens recebidas de todas as partes do mundo. Até o Campeonato Brasileiro parou para homenagear o nosso querido Professor.

A cerimônia de despedida do meu pai foi muito bonita e emocionante, a começar pelo local. O Memorial Necrópole Ecumênica é um lugar maravilhoso. Não é um cemitério comum. É um lugar de muitas árvores cercado pela Mata Atlântica e aves tropicais. De todas as coisas que me chamaram mais a atenção durante o velório, foi o canto alto dos passarinhos. Foi uma verdadeira sinfonia da natureza. Sem dúvida eles estavam fazendo uma homenagem improvisada a um homem que tanto amava e respeitava a natureza. Até o galo chegou cantando sem parar como que anunciando um novo começo, uma nova vida, um novo dia. Tenho certeza que o Professor ficou muito feliz de se despedir da família e de todos seus amigos e admiradores num lugar tão especial e com uma sinfonia tão bem tocada.

Que posso escrever sobre o meu pai? Acho que um texto não é suficiente para descrever um homem tão extraordinário.

Como tentei explicar emocionado no meu “discurso” de despedida no velório, eu acredito que nesse mundo existem dois tipos de pessoas: as “cometas” e as “estrelas”.

As pessoas “cometas”, como o nome já diz, são aquelas que aparecem pelo céu e logo vão embora, elas logo são esquecidas e deixam para traz apenas um espaço escuro e vazio. E, existem as pessoas “estrelas”. Estas são muito especiais. São pessoas que através do seu talento, trabalho e amor nos influenciaram, ensinaram, guiaram, fizeram a gente enxergar e nos deram forças para irmos além das nossas limitações. São pessoas iluminadas que deixam marcas muito profundas em nossas vidas.

As pessoas “estrelas” nunca morrem. Elas nos deixam fisicamente, mas sempre estarão presentes iluminando nossas vidas todos os dias com o seu grande brilho e energia.

Eu acredito que Deus colocou as estrelas no céu para que nunca esqueçamos daqueles que aqui passaram e que deixaram seus legados e contribuições fazendo desse mundo um lugar melhor. As estrelas estão lá em cima como um lembrete muito especial. Vamos olhar para elas e receber a luz, a energia e a inspiração dos grandes mestres que aqui estiveram um dia.

O Professor foi um pai exemplar que todo filho sonha em ter, um grande amigo e companheiro de todos os momentos. Em sua área de trabalho foi um profissional muito admirado e respeitado por todos os seus alunos, colegas de profissão, celebridades e todos aqueles que tiveram o privilégio de conhecê-lo. Ele foi um gênio que estava muito além do seu próprio tempo. Revolucionou o ensino da Educação Física e o futebol.

Lembro que quando ainda era garoto, eu ficava sentado num cantinho ouvindo suas aulas e palestras e ficava orgulhoso e feliz quando ao final delas todos se levantavam para aplaudi-lo de pé e alguns até gritavam o seu nome pedindo mais.

O resume do Professor parece mais um livro tanto foram suas conquistas e realizações. A sua sala de troféus, diplomas, condecorações e medalhas está lotada com fotos ao lado de presidentes, personalidades famosas, artistas e atletas consagrados. Existe uma que é a minha favorita. É uma foto que mostra o Pelé sorrindo e carregando o meu pai nas costas no jogo final do campeonato americano quando eles conquistaram juntos o primeiro Título Americano de Futebol com o New York Cosmos. Naquele ano o meu pai também conquistou como técnico o recorde de maior número de vitórias de toda a história da National American Soccer League (NASL). Pergunto: Quantas pessoas você já viu o Pelé carregando nas costas?

E pra finalizar, quero lembrar aquela frase que diz: “Ao lado de um grande homem sempre existe uma grande mulher.” Que grande verdade. Quero deixar registrado aqui o meu grande amor pela minha mãe. Essa mulher maravilhosa que criou eu e a minha querida irmã com todo o seu amor e carinho e que sempre foi o grande elo da nossa família. Uma maravilhosa companheira de vida e a grande paixão do meu pai. Depois de quase 54 anos juntos e já no final quando o Professor estava muito doente, eles ainda pareciam dois namoradinhos curtindo o primeiro dia de namoro. Que história maravilhosa destas duas pessoas que um dia se conheceram numa escola de Educação Física em São Carlos onde a minha mãe era a aluna e o meu pai o grande professor apaixonado. Mas esta linda história deixarei pra contar numa outra oportunidade.

Em nome da minha família quero agradecer mais uma vez pelo grande carinho e amor recebido durante as cerimônias de despedida do nosso tão querido Professor.

Agora temos mais uma linda estrela brilhando lá no céu.

Muito obrigado.

 

Professor Julio Mazzei

Sunday, May 10th, 2009

 

daddy_mommy

 

PROFESSOR JULIO MAZZEI

27 de Agosto de 1930 – 10 de Maio de 2009

 

A Formiguinha

Saturday, May 9th, 2009

 

Fim de tarde, hora do descanso merecido.

Ouvindo música e pensando na vida, quando olhando para o chão, me deparei com uma situação inusitada; uma pequena formiguinha tentando carregar uma minúscula casca de pão. A casca, minúscula, tinha pelo menos quatro vezes seu tamanho. Era uma missão quase impossível. Ela tentava arrastar e nada, largava e andava de um lado para o outro e voltava a tentar de novo. Não conseguia sair do lugar como acontece em certas situações em nossas vidas, tentamos resolver situações que parecem nunca se resolver, andamos de um lado pro outro, pensativos, preocupados e nada. De repente ela se afastou da casquinha de pão e pensei ‘ela desistiu!’, andou certa distância, como que procurando ajuda. Duas outras formigas passaram por perto, mas não chegaram a notá-la. Ela andou, chegou perto de meu pé, que parecia um obstáculo gigante, e era, e de repente voltou à casquinha de pão. Tentou de novo, com mais insistência e conseguiu arrastar a casca por um bom pedaço, alguns centímetros, que para ela deviam ser quilômetros.

Quantas vezes nem tentamos e antes de iniciar já desistimos, esta formiga, no entanto, tentou e levou até onde conseguiu. Só teremos certeza se conseguiremos se tentarmos.

Um lindo dia a todos.